Quarta etapa do programa Asfalto no Saibro levará pavimentação a 56 ruas

O prefeito Rafael Greca lançou nesta quinta-feira (25/2), na antiga Estrada das Olarias, entre Santa Cândida e Atuba, a quarta etapa do programa Asfalto no Saibro. Mais 56 ruas e seus 16.204 metros de extensão serão atendidos com obras de pavimentação e drenagem, colocando fim à poeira dos dias secos e à lama dos períodos chuvosos característicos do piso de saibro. 

Os serviços são executados sob a supervisão da Secretaria Municipal de Obras Públicas e já foram iniciados na Estrada das Olarias, onde começou a ser instalada a infraestrutura de drenagem, com galerias de águas pluviais, bocas de lobo e meio-fio. Em seguida será feita a base para a implantação do pavimento asfáltico. As melhorias alcançam o trecho de 779 metros entre as ruas Odete Laura Foggiato e Arnoldo Wolf Gaensly.  

“Estamos dando início a uma nova fase do nosso programa que requalifica por completo ruas de saibro. A velha Estrada das Olarias é um exemplo das vias que ficarão nos trinques, como Curitiba e os curitibanos merecem”, disse o prefeito Rafael Greca.   

As obras da quarta etapa do programa beneficiarão moradores de 11 bairros (Campo de Santana, Tatuquara, Santa Cândida, Boa Vista, Atuba, Tingui, Alto Boqueirão, CIC, São Miguel, Umbará e Pinheirinho) de seis administrações regionais (Tatuquara, Boa Vista, Boqueirão, CIC, Bairro Novo e Pinheirinho).

Luta de anos 

Morador e síndico de condomínio localizado na Estrada das Olarias, Marcelo Alves Oliveira lembra dos anos de luta e mobilização para conquistar as obras. No condomínio onde mora são 197 famílias que ganharão mais qualidade de vida, conforto e segurança com as benfeitorias que estão sendo realizadas.

“O pó, a lama e os buracos desta rua estavam acabando com a gente. É uma satisfação enorme ver que obras que muito pedimos estão acontecendo”, apontou Marcelo Alves Oliveira.   

Histórico do programa

De acordo com o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, as duas primeiras etapas do programa Asfalto no Saibro já foram concluídas e chegaram a 53 ruas. Os mais de 11 quilômetros de pavimento requalificado cortam bairros de nove administrações regionais de Curitiba.  

“Além da quarta etapa lançada hoje, também estão acontecendo obras da terceira fase, que conta com o total de 74 ruas e 19 quilômetros. Em 42 dessas ruas os serviços foram concluídos e as demais estão com o trabalho em andamento”, explicou Rodrigo Rodrigues. 

Todas as ruas da nova fase 

1 – Regional Tatuquara
– Rua Melônia Zeni Visinoni, trecho de 450 metros entre as ruas Delegado Bruno de Almeida e Luciano Rebelo (Campo de Santana);
– Rua Angelina de Lima Pires de Oliveira, trecho de 120 metros entre as ruas Capitão Lauro Correira Regnier e Josuel Ferreira (Tatuquara);
– Rua Capitão Lauro Correia Regnier, trecho de 215 metros entre as ruas Albor Pimpão de Almeida e Ferdinand Otto Muller (Tatuquara);
– Rua Galdino Machado, trecho de 140 metros entre as ruas Julio Pereira Sobrinho e José Ribeiro Baptista (Campo de Santana);
– Rua Pavo de Almeida, trecho de 45 metros entre a Rua Micharda Potexki e o final da área regularizada (Campo de Santana);
– Rua Pavo de Almeida, trecho de 202 metros entre a Rua José Ribeiro Batista a o final da área regularizada (Campo de Santana);
– Rua José Julio Tortato, trecho de 850 metros entre a BR-116 e o final da rua (Campo de Santana);
– Rua Maria Orso Pereira, trecho de 390 metros entre a Rua Delegado Bruno de Almeida e a BR-116 (Campo de Santana);
– Rua Pinheiral do Albino, trecho de 230 metros entre a Rua José Julio Tortato e o final da rua (Campo de Santana);
– Rua Miguel Furmann, trecho de 250 metros entre as ruas Angelo Tozim e Tereza de Freitas Tavares (Campo de Santana);
– Rua Tereza de Freitas Tavares, trecho de 580 metros entre as ruas Miguel Furmann e Luiz Leal da Rocha (Campo de Santana);
– Rua Urbano Bier, trecho de 105 metros entre as ruas Conceição Vieira da Rosa e Miguel Furmann (Campo de Santana);
– Rua Palmyra Crivellaro Bertolde, trecho de 267 metros entre as ruas Antonio Geovane Bertoldi e Luiz Bertoldi (Campo de Santana);
– Rua Antonio Dolata, trecho de 165 metros entre as ruas Antonio Giovanni Bertoldi e Joana Roncaglio Bertoldi (Campo de Santana);
– Rua José Bertoldi, trecho de 148 metros entre as ruas Iracema Gonçalves Carvalho e Palmyra Crivellaro Bertolde (Campo de Santana);
– Rua Luiz Bertoldi, trecho de 149 metros entre as ruas Iracema Gonçalves Carvalho e Joana Roncaglio Bertoldi (Campo de Santana);
– Rua Antonio Giovane Bertoldi, trecho de 275 metros entre as ruas Antonio Dolata e Iracema Gonçalves Carvalho (Campo de Santana);
– Rua João Bertoldi, trecho de 149 metros entre as ruas Iracema Gonçalves Carvalho e Palmyra Crivellaro Bertolde (Campo de Santana);
– Rua Bruno Bertoldi, trecho de 149 metros entre as ruas Iracema Gonçalves Carvalho e Palmyra Crivellaro Bertolde (Campo de Santana);
– Rua Thirso Del Corso, trecho de 295 metros entre as ruas Delegado Bruno de Almeida e José Carlos de Souza (Campo de Santana);
– Rua Ismael de Almeida, trecho de 256 metros entre as ruas Maria Luzardi Bertoldi e Flamarion Gonçalves do Nascimento (Campo de Santana);
– Rua Flamarion Gonçalves do Nascimento, trecho de 126 metros entre as ruas Ismael de Almeida e Ioli Cardoso Rodrigues (Campo de Santana);
– Rua Ioli Cardoso Rodrigues, trecho de 90 metros entre as ruas Flamarion Gonçalves do Nascimento e Irene Rosseto (Campo de Santana);
– Rua Tiago Rafael Mickosz Dallegrave, trecho de 145 metros entre as ruas Irene Rosseto e Wilsom Lopes (Campo de Santana).

2 – Regional Boa Vista
– Rua das Olarias, trecho de 779 metros entre as ruas Odete Laura Foggiato e Arnoldo Wolf Gaensly (Santa Cândida);
– Rua Professora Sandália Manzon, trecho de 84 metros entre a Avenida Paraná e a Rua João Gbur (Santa Cândida)
– Rua Antonio Rodolfo Turra, trecho de 73 metros entre as ruas João Gbur e Nicolau Scheffer (Santa Cândida);
– Rua Flavio Arnaldo Secco, trecho de 107 metros entre a Rua Odete Laura Foggiato e o final da rua (Atuba); 
– Rua Saturnino Vieira e Silva Netto, trecho de 43 metros entre a Rua Nossa Senhora de Nazaré e o final da rua (Boa Vista);
– Rua Antonio Oliveria dos Santos, trecho de 64 metros entre as ruas João Mequeti e Reinaldo Jacob Von Muhlen (Santa Cândida);
– Rua Dagoberto Leitner, trecho de 104 metros entre as ruas Pedro Spisla Filho e José Antonio Leprevost (Santa Cândida);
– Rua Pedro Spisla Filho, trecho de 239 metros entre as ruas Rodolfo Bels e Camilo Haj Mussi (Santa Cândida);
– Rua Professor Loureiro Fernandes, trecho de 461 metros entre as ruas Julia Amaral di Lenna e Major Saul de Carvalho Chaves (Santa Cândida);    
– Rua Vicente Spisla, trecho de 80 metros entre a Rua Rodolfo Bels e o final da rua (Santa Cândida);
– Rua Ghaze Shale, trecho de 72 metros entre a Rua Calixto de Jesus e o final da rua (Tingui);
– Rua Mariano Alves do Nascimento, trecho de 112 metros entre as ruas Sátilas do Amaral Camargo e Calixto de Jesus (Tingui).

3 – Regional Boqueirão
– Rua Maria Marques de Camargo, toda a extensão de 135 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Anna Jarvis, toda a extensão de 80 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Zires Ferreira Ribas, toda a extensão de 318 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Plácido Massucheto, toda a extensão de 164 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Santa Alves Petra, toda a extensão de 155 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Idelzina Vaz, toda a extensão de 209 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Waldemar Monastier e Rua Lírio, em sequência, toda a extensão de 204 metros (Alto Boqueirão);
– Rua Lothário Pereira, toda a extensão de 158 metros (Alto Boqueirão).

4 – Regional Cidade Industrial de Curitiba (CIC)
– Rua Roberto Ozório de Almeida, trecho de 1.186 metros entre a Rua João Lunardelli e o Centro Logístico HP (CIC);
– Rua Nestor Pereira Habkost, trecho de 620 metros entre a divisa entre e Curitiba e Araucária e a Rua dos Palmenses (São Miguel);
– Rua José Cheinfert, trecho de 761 metros entre a divisa entre e Curitiba e Araucária e a Casa de Custódia (São Miguel);
– Rua Mário Dybas, trecho de 592 metros entre a Rua José Cheinfert e o final da área regularizada (CIC);
– Rua dos Palmenses, no trecho de 566 metros entre a Estrada Velha do Barigui e a Estrada para Thomaz Coelho (São Miguel);
– Estrada Velha do Barigui, trecho de 365 metros entre as ruas Lauro Schereiber e Dr. Mário Jorge (São Miguel).

5 – Regional Bairro Novo
– Rua Pedro Pilato, no trecho e 150 metros entre o fim do pavimento existente e a Rua José Odenir Camargo (Umbará);
– Rua Angela Gabardo Parolim, trecho de 675 metros entre o fim do pavimento existente e a Rua Angelo Gai (Umbará);    
– Rua José Antonio Nichele, trecho de 835 metros entre a Rua Luiz Nichele e o final da rua (Umbará);
– Rua Agostinho Zaniolo, trecho de 320 metros entre a Rua José Antonio Nichele e o final da rua (Umbará).

6 – Regional Pinheirinho
– Rua Joaquim de Oliveira Cruz, trecho de 394 metros entre a Rua Pe. Rafael Kalinoski e o final da rua (Pinheirinho);
– Rua Rosa Manfron Ferro, trecho de 238 metros entre a Rua Generosa Faria de Brito e o final da rua (Pinheirinho);
– Rua Generosa Faria de Brito, trecho de 70 metros entre as ruas Rosa Manfron Ferro e Joaquim de Oliveira Cruz (Pinheirinho).

Prefeito Rafael Greca acompanhado do Secretário da SMOP, Rodrigo Araujo Rodrigues, lança, na antiga Estrada das Olarias, entre Santa Cândida e Atuba, a quarta etapa do programa Asfalto no Saibro. Curitiba, 25/02/2021. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Fonte: https://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/quarta-etapa-do-programa-asfalto-no-saibro-levara-pavimentacao-a-56-ruas/58076

Por falta de doses, Curitiba interrompe ao meio-dia vacinação da 1ª dose

Por falta de envio de novos lotes de vacinas por parte do Ministério da Saúde, Curitiba interrompe, a partir do meio-dia desta sexta-feira (19/2), o cronograma da primeira dose da vacina contra a covid-19.

A Secretaria Municipal da Saúde segue com o calendário de aplicação da segunda dose.

A partir das 12 horas, os 11 pontos fixos de vacinação e três drive-thrus não poderão mais atender as pessoas que buscarem a imunização. Pela programação, nesta sexta-feira, a vacinação é de pessoas com 85 anos ou mais. O cronograma será retomado assim que mais vacinas sejam enviadas à cidade. 

Ao longo desta semana foram vacinados idosos e idosas de 85 a 89 anos. O número de pessoas vacinadas até quinta-feira na capital é de 63.474 pessoas.

Segunda dose continua

Apenas o Pavilhão da Cura, no Barigui, seguirá atendendo com a aplicação da segunda dose nos profissionais de saúde que já foram imunizados há mais de 21 dias com a vacina da CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan.

Além dos profissionais de saúde, a segunda dose está sendo aplicada (in loco) nos moradores e trabalhadores das instituições de longa permanência e indígenas.

“Temos condições e estamos preparados para vacinar mais de 15 mil pessoas por dia se houver doses. Só precisamos que as vacinas cheguem”, disse Márcia Huçulak, secretária de Saúde de Curitiba. 

Curitiba recebeu até agora 88.410 doses de vacina, sendo 65.250 doses de vacinas para a primeira aplicação (CoronaVac e AstraZeneca) e 23.160 vacinas para segunda dose (da CoronaVac).

Todas essas doses foram aplicadas nos grupos prioritários elencados no Plano Municipal de Vacinação contra a covid-19.

Fonte: SMS/Curitiba

Foto: Hully Paiva/SMCS

Sanepar amplia reservação de água na RMC

Novos reservatórios da Sanepar vão estocar 25,2 milhões de litros de água e beneficiar 450 mil pessoas

A Sanepar está construindo dois novos reservatórios, em Curitiba, que vão reforçar o sistema de abastecimento de água da Região Metropolitana. Na semana passada, foi feita a concretagem do reservatório do Sítio Cercado, com 470 metros cúbicos de material. Nesta semana, será feita a concretagem do reservatório em Santa Quitéria. Construídos em aço vitrificado, cada um deles terá capacidade de reservação de 10 milhões de litros.

A previsão é que sejam concluídos até o fim deste ano, mas entrem em operação em maio de 2022, junto com outras estruturas. Além desses reservatórios, serão construídos outros dois, no Lamenha Pequena e no Butiatuvinha. No total, somam 25,2 milhões de litros de água a mais reservados. E também mais 107 quilômetros de rede de distribuição e adutoras. Serão beneficiadas diretamente cerca de 450 mil pessoas.

Os investimentos são em torno de R$ 150 milhões. Esse complexo de obras que a Sanepar está executando irá atualizar o modelo de distribuição de água e atender ao crescimento populacional, conforme indica o Plano Diretor do Sistema de Abastecimento Integrado (SAIC).

OBRAS ESTRUTURANTES

O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, explica que o Plano Diretor da Companhia contempla ações de médio e longo prazo que acompanham a projeção do crescimento em todas as regiões onde atua. “São obras estruturantes que modernizam a estrutura e melhoram a nossa eficiência, acompanhando o crescimento da população.”

As obras são complexas e movimentam uma estrutura gigante. No Sítio Cercado, somente na concretagem da laje que servirá de base para o reservatório, foram utilizados 470 metros cúbicos de concreto e 58 toneladas de aço. No transporte do concreto, foram necessários 62 caminhões betoneiras. O reservatório terá 40 metros de diâmetro e 8 metros de altura. No Santa Quitéria, na concretagem serão utilizados 46 toneladas de aço e o mesmo volume de material para a laje. Ali, o reservatório terá 33 metros de diâmetro e 10 metros de altura.

Fonte: Sanepar

Mega-Sena, concurso 2.344: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 29 milhões

Veja as dezenas: 11 – 17 – 25 – 38 – 52 – 57. Quina teve 59 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 42.795,90.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.344 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (13) em São Paulo.

O próximo sorteio será realizado na quarta (17) e o prêmio acumulado será de R$ 29 milhões.

Veja as dezenas: 11 – 17 – 25 – 38 – 52 – 57

  • A Quina teve 59 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 42.795,90.
  • A Quadra teve 4.548 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 793,11

Reintegração de posse no Tatuquara é suspensa, diz Defensoria

Reintegração de posse no Tatuquara é suspensa, diz Defensoria
Divulgação Defensoria Pública do Paraná

A reintegração de posse, que despejaria cerca de 400 famílias moradoras da Ocupação Britanite, no bairro Tatuquara, foi suspensa após uma ação do Núcleo Itinerante das Questões Fundiárias e Urbanísticas (NUFURB) da Defensoria Pública do Paraná, em conjunto com a Comissão de Conflitos Fundiários do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). A decisão é da última quarta-feira (27).

A ordem de reintegração de posse foi determinada em caráter liminar pela 21ª Vara Cível de Curitiba. Após diversos recursos e manifestações, o desembargador relator da 17ª Câmara Cível determinou o recolhimento do mandado de reintegração de posse.

A coordenadora do NUFURB, Olenka Lins, explica que a existência de vulneráveis no local foi o que motivou uma atenção maior da Defensoria.https://w.soundcloud.com/player/?url=https%3A//api.soundcloud.com/tracks/975307204&color=%23ff5500&inverse=false&auto_play=false&show_user=true

O desembargador condicionou a reintegração a algumas medidas, entre elas, o “prévio e imediato cadastramento e avaliação do perfil das famílias pelo Fundo de Ação Social do Município de Curitiba” e a alocação das pessoas em moradias dignas.

A defensora cita que a decisão foi motivada pela situação vivida diante da pandemia de Covid-19.

Apud: CBN

Conta de luz continua com bandeira tarifária amarela em fevereiro

Já é de conhecimento geral que a energia elétrica é um dos custos mais elevados das empresas, perdendo muitas vezes, apenas pela contratação dos funcionários.
Para piorar o quadro, o governo federal criou o sistema de bandeiras tarifárias que são sobretaxas nos momentos da queda da geração de energia.

No mês de dezembro do ano passado, por exemplo, instalou-se a bandeira vermelha. Com isso, a conta da luz teve uma taxação de R$6,2 a cada 100kw/h. Em janeiro, a taxa caiu para R$1,34, passando para bandeira amarela, a qual se manterá neste mês de fevereiro de acordo com a divulgação na sexta-feira, 29, da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
A esperança de todos é de que bandeira verde – aquela que não tem cobrança dessa sobretaxa – volte logo.

Muito embora o mês de fevereiro, geralmente, é considerado como um dos mais chuvosos, as hidrelétricas que estavam amargando uma seca atípica, seguem numa recuperação muito lenta, com isso, espera-se uma contenção no consumo.

Segundo a Aneel, “a combinação de reservatórios baixos com a perspectiva de chuvas abaixo da média histórica sinaliza patamar desfavorável de produção de energia pelas hidrelétricas, pressionando os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF)”.
As empresas tem investido vez mais em energia solar e diminuindo suas contas em até 90%.

Para saber mais sobre energia solar fotovoltaicas, onde e como instalar, quais as principais tecnologias disponíveis no mercado e, inclusive, fazer orçamento, entre em contato com a Sky Sollaris pelos telefones (49) 3442-0072 (49) 98853-2018.

Fonte: Sky Sollaris

Morre o músico João Lopes, autor de ‘Bicho do Paraná’, aos 69 anos

Morre o músico parananense João Lopes da Silva, autor de “Bicho do Paraná”. Ele iria completar 70 anos na próxima segunda-feira, 25 de maio. João Lopes da Silva, nasceu em Califórnia, município ao Norte do Estado a 348 quilômetros de Curitiba, em 25 de maio de 1950. Ele estava tratando de um câncer de pulmão.

Conhecido  pelo estilo rock rural, a primeira experiência num palco foi em 1978, a um convite de Ivo Rodrigues, líder da banda curitibana Blindagem, principal banda de rock do Paraná. Seu primeiro disco gravado foi intitulado “João Lopes”, lançado em 1981 pela gravadora Continental. Neste disco, encontra-se a música “Bicho do Paraná”, que se tornou uma espécie de hino não oficial do Estado do Paraná.

João é cantor e compositor. A canção ‘Bicho do Paraná’, composta por ele, se tornou uma espécie de hino não oficial do estado.  Na música, ele exalta o orgulho de ser paranaense. Veja um trecho abaixo.

“Eu não sou gato de Ipanema/ Sou bicho do Paraná/ A vida pra mim na cidade grande/ Tá difícil pra danar/ A gente que nasceu no mato/ No mato tem que morar/ No mato a gente se ajeita/ Tudo o que se planta dá/ Quero voltar pra minha terra/ Pro norte do Paraná”

Link original:

https://www.bemparana.com.br/noticia/morre-o-musico-joao-lopes-autor-de-bicho-do-parana-aos-69-anos?utm_source=Not%C3%ADcias+di%C3%A1rias+do+jornal&utm_campaign=d0da2b87b4-newsletterbp-2020-05-18-000000&utm_medium=email&utm_term=0_9bcddf602d-d0da2b87b4-104292425#.XsQMOmhKjIU

Meme do caixão toma rua de Araucária

 

 

O meme dos carregadores de caixões de Gana foi reproduzido ao vivo pelas ruas de Araucária, na região metropolitana de Curitiba (PR), na manhã desta terça-feira (5).

A ação de conscientização foi promovida pelo jornal local O Popular do Paraná. O veículo contratou atores da companhia de teatro Senhores Furtados para representar os homens que ficaram conhecidos no Brasil após a pandemia do novo coronavírus. Também contou com as parcerias de uma funerária e uma loja de locação de trajes da cidade.

Ao som da música característica do meme reproduzido na internet e vestidos como os ganeses, os atores dançaram com um caixão nos ombros enquanto subiam uma das ruas mais movimentadas da cidade, no entorno da praça central.

No local ficam os principais bancos de Araucária, como a Caixa Econômica Federal, em que há constantes aglomerações desde a liberação dos pagamentos do auxílio emergencial do governo federal.

“É um local em que há aglomeração todo dia, embora os funcionários dos bancos orientem. Já que essas pessoas não puderam ficar em casa, quisemos incentivar a proteção de uma maneira diferente, transformando o meme numa ação educativa”, explica o proprietário e editor do jornal, Waldiclei Barboza.

Ele destaca que todas as precauções foram tomadas durante a performance, a começar pela duração rápida, de cerca de 20 minutos. Os atores usaram máscaras e luvas de proteção. O caixão foi higienizado. A guarda municipal orientou o trânsito e uma faixa explicava que se tratava de uma intervenção artística.

Para completar a ação, o jornal distribuiu máscaras para o público que estava sem a proteção. “Esse foi um ponto positivo porque preparamos mais de 150 máscaras e acabamos distribuindo só 20 ou 30 porque todo restante estava de máscara”, diz Barboza.

Fonte: https://paranaportal.uol.com.br/cidades/meme-caixao-araucaria/

BOPE e Inteligência da PM localizam integrante de facção criminosa e apreendem armas e carro clonado em Araucária/PR

Em uma ação conjunta do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do Serviço de Inteligência da Polícia Militar nesta terça-feira (05/05), um homem que seria integrante de uma organização criminosa, e que tinha uma extensa ficha criminal, foi localizado em Araucária (PR). Durante a  abordagem houve reação dele e confronto, que terminou com o homem em óbito. Com ele foram encontradas duas pistolas, um carro roubado e um documento falso.

De acordo com as informações da PM, o homem tinha envolvimento com roubos, homicídios e roubos de cargas. Contra ele havia três Mandados de Prisão em aberto, um destes devido ao seu envolvimento na morte de uma psicóloga do Presídio Federal de Catanduvas (PR), em 2017.

Após o descobrimento do endereço, os policiais militares do BOPE seguiram até o local, no bairro Campina da Barra, para cumprir os mandados judiciais em aberto contra ele. Ao ver os policiais do batalhão, ele correu para dentro de uma casa. De acordo com as informações das equipes policiais, ao ser anunciada a abordagem o suspeito reagiu e atirou contra elas, que reagiram e revidaram os disparos.

Ele acabou ferido e a equipe acionou o Siate para prestar o atendimento médico, mas ele entrou em óbito. Com o homem foi encontrada uma pistola de calibre 9mm, com carregador alongado e 20 munições. Na casa foram apreendidas mais uma arma de fogo (pistola de calibre 9mm), documentos – dos quais um era falso, e parte de uma carga roubada em março deste ano da Receita Federal.

Na garagem os policiais militares verificaram que havia um Citroën C3, de cor preta, com alerta de roubo e com as placas clonadas. Os produtos roubados (celulares, videogames e eletrônicos) foram entregues à Receita Federal, em Curitiba. As armas e o carro foram levados à Delegacia de Polícia de Araucária para os devidos procedimentos legais.

img-20200505-wa0002

Fonte: http://www.pmpr.pr.gov.br/Noticia/BOPE-e-Inteligencia-da-PM-localizam-integrante-de-faccao-criminosa-e-apreendem-armas-e

Artesãos de Fazenda Rio Grande ganham vitrine virtual para negociar seus trabalhos

Os artesãos de Fazenda Rio Grande terão um novo canal para comercializarem seus produtos. Dentro de alguns dias eles contarão com uma nova plataforma específica para demonstração online de seus produtos. Para participar, o artista poderá se cadastrar por um link disponibilizado pela Prefeitura (abaixo).

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo já disponibilizou formulários para que os artesãos façam seus cadastros, que serão necessários para a exposição – virtual – dos trabalhos. O objetivo é criar alternativas para aumentar a geração de renda da categoria, uma das mais impactadas pela crise provocada pelo Coronavírus.

O secretário Jonathan Barbosa disse que a feira online “é uma boa alternativa e estará ao alcance dos artistas”. “Basta se cadastrar e apresentar os produtos e cada um deles pode ter, gratuitamente, sua loja virtual e vender à distância”, comentou.

“No momento da compra, cliente e empreendedor negociam diretamente pelo WhatsApp. Não há cobrança para abrir uma loja virtual nem de comissão sobre vendas”, complementa Jonathan.

O secretário disse que o momento está sendo delicado para os artesãos que expõem nas feiras e terão oportunidades para comercializar e ter renda durante a quarentena.

“Temos a certeza de que em momentos difíceis como este que estamos passando, estamos criando oportunidade e nos adequando juntos aos artesãos, que inclusive, será o primeiro passo no comércio eletrônico”.

A Prefeitura tem em média 30 feirantes, distribuídos, em quatro temporadas e algumas outras feiras específicas de arte e artesanato, que reúnem mais de 150 artesãos cadastrados no Programa Arteiros.

Faça seu cadastro neste link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdcJ1FlPitA_EIi0fwk2qoHBFb8vGzBru2i7cu5ywzH061odw/viewform

artesão

Fonte: https://www.fazendariogrande.pr.gov.br/artesaos-de-fazenda-rio-grande-ganham-vitrine-virtual-para-negociar-seus-trabalhos/